Você, geralmente, se sente afundando-se em culpa? Como se tudo o que você fizesse não fosse suficiente, e você pudesse sempre “ser melhor”?

Não sou uma boa filha/filho. 

Não estou fazendo o suficiente como cônjuge. Como pai ou mãe. 

Eu poderia ser um amigo melhor. Eu deveria ser um amigo melhor.

Eu posso fazer mais no colégio/no trabalho. Em casa. Na igreja. 

Vivemos num mundo que sutilmente promove o perfeccionismo como uma virtude, que astutamente nos incita a  sempre ser nossa melhor versão e a nunca decepcionar.

No entanto, a noção de perfeição de Deus é diferente – porque Ele mesmo a cumpre. Por meio da obra de Jesus na cruz, temos a justiça que não precisamos e nunca alcançaremos por conta própria.

Sim, não somos perfeitos. Sim, temos muito o que melhorar. Mas não temos que viver com uma culpa constante. Porque estamos em Jesus, Ele tem a perfeição sob controle.

Originalmente publicado no @ymi_today, que faz parte de Ministérios Pão Diário, em inglês. Traduzido e republicado com permissão. Ilustração por @emilia.ting.