Leão, conhecido como “o Grande”, foi eleito bispo de Roma no ano 440. Durante uma época em que o Império Romano do Ocidente estava desmoronando sob ataques de povos bárbaros, ele conseguiu consolidar o poder do papado, reivindicando autoridade como sucessor de Pedro sobre as igrejas, não somente na Itália, mas em todo o ocidente. Como teólogo, ele não era um pensador original, mas sua obra Tomus de Leão [N.E.: O Tomus é um tratado teológico sobre as duas naturezas coexistentes em Cristo: humana e divina.], um documento de posicionamento que enviou ao Concílio de Calcedônia no ano 451, resumiu a doutrina da Igreja acerca de Cristo de maneira que encerrou eficazmente o debate acerca desse tema no Ocidente. Muitas de suas cartas e sermões ainda existem.

Leia agora um de seus devocionais:

O Poder do Nascimento de Jesus

Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente.

Tito 2:11,12

O nosso amado Salvador nasceu hoje. Alegremo-nos! Porque não há lugar para tristeza quando celebramos o aniversário da Vida. Porque essa Vida destrói o nosso medo da morte e nos traz a alegria da eternidade prometida. Todos podem compartilhar essa felicidade. Há a mesma quantidade de alegria para todos, porque o nosso Senhor destrói o pecado e a morte e considera todos culpados, mas veio libertar todos nós. Que os santos se alegrem com a proximidade da sua vitória. Que os pecadores se alegrem por serem convidados a ser perdoados… Rendamos, pois, amado, graças a Deus Pai, por meio de Seu Filho, no Espírito Santo. Devido à Sua “[riqueza] em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou”, Ele teve piedade de nós. E “estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo”, para que pudéssemos ser novas criaturas nele. Por isso, abandonemos o velho eu com suas atitudes e, compartilhando o nascimento de Cristo, resistamos às obras da carne. Cristão, reconheça a sua dignidade. Ao tornar-se participante da natureza de Deus, recuse-se a retornar ao antigo comportamento iníquo. Lembre-se da Cabeça e do corpo do qual você é membro. Lembre-se de que você foi resgatado do poder das trevas e conduzido para a luz e o reino de Deus.

Essa Vida destrói o nosso medo da morte e nos traz a alegria da eternidade prometida

Gostou? Garanta já seu exemplar!

Google Play
Apple Books
Amazon Kindle
Livro Físico