Hilário de Poitiers é mais conhecido por suas posições contra a seita ariana em seus dois tratados — Tratado sobre a Santíssima Trindade e On the Synods (Sobre os sínodos). Seus primeiros anos, antes de converter-se à fé cristã, foram dedicados ao estudo de filosofia pagã e retórica.

Por volta do ano 350, foi nomeado bispo de Poitiers, apesar de ser casado. Seus seis anos como bispo foram dedicados a refutar os arianos e sustentar os ensinamentos de Atanásio. Sob o Imperador Constâncio, ele foi banido para a Frígia, na Ásia Menor, onde compôs seus tratados. Hilário retornou a Poitiers e passou o restante de sua vida defendendo a fé cristã contra ensinamentos heréticos.

Leia agora um de seus devocionais:

A beleza de Deus

Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos

Salmo 19:1

Enquanto era perdida e confundida por sua própria fraqueza, a alma fiel vislumbrava a magnitude de Deus na voz do profeta, que disse: “O Criador dos mundos é corretamente discernido pela grandeza de Suas obras e pela beleza das coisas feitas por Ele”. O Criador de grandes coisas é supremo em grandeza. Sua beleza é superior à de todas as coisas belas. Devido à obra de Suas mãos estar além do nosso pensamento e o Criador ser maior do que o próprio pensamento, o Céu, o ar, a Terra e o mar são belos. De fato, todo o Universo é belo. E os gregos concordam. Devido à sua bela ordem, eles o chamam kosmos (isto é, ordem). A nossa mente consegue estimar essa beleza do Universo por instinto natural. Nós vemos esse instinto também em certas aves e animais cujas vozes não conseguimos entender, mas sua linguagem é clara entre eles. Uma vez que toda fala expressa pensamento, um significado aparente para eles reside nessas vozes. Então, o Senhor dessa beleza universal não deve ser também reconhecido como o mais belo dentre todas as belezas que o cercam? Porque, embora o esplendor da eterna glória de Deus exceda os melhores poderes da nossa mente, não conseguimos deixar de ver que Ele é belo. Somos obrigados a confessar com a maior verdade que Deus é o mais belo, porque, embora seja incompreensível, Sua beleza se impõe à nossa percepção.

Gostou? Garanta já seu exemplar!

Google Play
Apple Books
Amazon Kindle
Livro Físico