Clemente era filósofo e se tornou cristão devido aos seus estudos. Pouco se sabe acerca do início de sua vida, exceto quanto a ele haver viajado pela Grécia, Itália e Síria em busca de aprendizado. Buscando os melhores professores do mundo, ele foi para Alexandria, onde estudou com Panteno e recebeu grandes quantidades de conhecimento bíblico. No ano 190, Clemente sucedeu Panteno como diretor da escola de Alexandria, que estava em desenvolvimento, e ali ensinou até o ano 202. Seus escritos focaram a moralidade cristã (Exortação aos gregos), a atração de pagãos à fé cristã (O Instrutor) e a criação de uma filosofia cristã baseada na fé em Jesus (Miscellanies — Miscelâneas).

Leia agora um de seus devocionais:

Sabedoria

E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento.

Jó 28:28

Provérbios diz: “Não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas”. Com essas observações, o autor pretende mostrar que os nossos atos devem ser razoáveis. Além disso, ele demonstra que, de toda a cultura, devemos selecionar e possuir coisas úteis, porque existem diversas formas de sabedoria que levam diretamente ao caminho da verdade. A fé é o caminho da verdade. Provérbios diz “ele endireitará as tuas veredas” referindo-se a alguns que rejeitam o poder orientador de Deus. O autor acrescenta: “Não sejas sábio aos teus próprios olhos”, referindo-se a ideias irreverentes que se revoltam contra a autoridade de Deus. “Teme ao SENHOR”, o único que é poderoso. Consequentemente, não devemos nos opor a Deus. O versículo continua claramente: “e aparta-te do mal”. Essa é a disciplina da sabedoria. Ela causa dor para produzir entendimento e restaura a paz e a vida eterna.

A sabedoria causa dor para produzir entendimento e restaura a paz e a vida eterna.

Gostou? Garanta já seu exemplar!

Google Play
Apple Books
Amazon Kindle
Livro Físico