Todos os dias nos envolvemos em alguma forma de conversa interior. Dizemos coisas a nós mesmos, seja deliberada ou inconscientemente, e elas afetam a maneira como pensamos e vivemos. Muitas vezes, essas coisas que dizemos a nós mesmos podem parecer verdadeiras e boas, mas se nos sentarmos e realmente pensarmos a respeito, perceberemos que elas não podem realmente nos dar o que estamos procurando.

As Escrituras nos mostram como é importante falar a verdade para nós mesmos (veja Salmo 42). E essa verdade não pode vir de dentro de nós, dado o nosso eu imperfeito e inconstante. Precisamos da verdade perfeita e imutável que só pode vir do próprio Deus.

Então, quando você estiver ensaiando algumas dessas falas em sua mente, esperamos que essas palavras de Deus soem mais alto e mais verdadeiras para você.

Jesus disse, “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém pode vir ao Pai senão por mim.” (João 14:6)

Então conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. (João 8:32)

Há uma música que diz: “Você deve ser fiel ao seu coração!” E não podemos deixar de concordar. Para onde quer que olhemos, tudo que assistimos e ouvimos, a mensagem é a mesma: seja fiel a si mesmo!

Agora, Deus definitivamente não diz “Não seja você mesmo!” Em vez disso, Ele nos diz o que é verdade: Ele nos fez à Sua imagem (Gênesis 1:27). Ele nos criou e viu que era bom, e Seu plano é nos restaurar à bondade por meio de Jesus. Jesus é a Verdade, e se compreendermos e nos apegarmos a essa Verdade de todo o coração, seremos os “eus verdadeiros” que Deus nos criou para ser.

Vocês não sabem que seu corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a si mesmos, pois foram comprados por alto preço. Portanto, honrem a Deus com seu corpo. (1 Coríntios 6:19-20)

Por todas as escolhas que temos, muitas vezes não tomamos decisões sábias por nós mesmos, especialmente quando se trata de nosso corpo e saúde. É fácil para nós exagerar no que é delicioso, divertido, relaxante, prazeroso e, no entanto, prejudicial a longo prazo.

É por isso que Deus nos lembra que Ele nos redimiu por um alto custo, para que possamos ver nosso verdadeiro valor nele. Podemos escolher cuidar melhor de nós mesmos quando sabemos que somos responsáveis perante Deus, que deseja o que é realmente melhor para nós.

Pois que direito vocês têm de julgar desse modo? O que vocês têm que Deus não lhes tenha dado? E, se tudo que temos vem de Deus, por que nos orgulharmos como se não fosse uma dádiva?  (1 Coríntios 4:7)

O mundo continua nos dizendo que merecemos todo tipo de coisa – luxos, reconhecimento, autonomia – a ponto de ficar fácil estar insatisfeito e até irritado quando não conseguimos o que “merecemos”.

Em contraste, Deus nos lembra que tudo o que temos – nossos dons, talentos e até nossa vida – são todos dele. Isso não é para nos diminuir, mas para nos salvar das armadilhas do orgulho e do descontentamento, para que possamos experimentar o descanso que vem de corações agradecidos e humildes.

O ladrão vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para lhes dar vida, uma vida plena, que satisfaz. (João 10:10)

Muitas vezes os desafios da vida podem realmente nos destruir. Ficamos tão cansados e sobrecarregados que nos tornamos cínicos, pensando que isso é tudo que existe.

Mas o próprio Jesus ofereceu a vida plena, o que significa que nem tudo é sofrimento e tristeza. Ele promete que nossa alegria pode ser completa (João 15:11). Nossa vida plena em Jesus começou a partir do momento em que o recebemos, e alcançará sua plenitude absoluta quando nos encontrarmos com Ele novamente.

Ó Senhor, tu examinas meu coração e conheces tudo a meu respeito. Sabes quando me sento e quando me levanto; mesmo de longe, conheces meus pensamentos.Tu me vês quando viajo e quando descanso; sabes tudo que faço (Salmo 139:1-3).

Quando nos sentimos incompreendidos, ou quando nossa dor se torna insuportável, é fácil nos sentirmos isolados e sozinhos. Nesses momentos, Deus pode parecer distante de nós, impossível de alcançar.

Mas mesmo quando nos sentimos assim, Suas palavras nos asseguram de que Ele está perto de nós. Ele vê e ouve nossos pensamentos e tem compaixão de nós. Mesmo quando parece que estamos desmoronando, Ele nos amparará, como fielmente prometeu.

Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de toda a sua mente e de todas as suas forças’ (Marcos 12:30)

Depois, chamou a multidão e os discípulos e disse: “Se alguém quer ser meu seguidor, negue a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Se tentar se apegar à sua vida, a perderá. Mas, se abrir mão de sua vida por minha causa e por causa das boas-novas, a salvará. (Marcos 8:34-35)

Às vezes pensamos em nós mesmos como cristãos “comuns” ou “normais” – pessoas que vão à igreja uma vez por semana, que leem a Bíblia e oram de vez em quando. Não somos “radicais” como aqueles que se mudam para outro país para serem missionários, ou aqueles que se juntam a protestos e lutam pela injustiça.

Mas Deus não nos dá uma lista de tarefas e uma série de pontuações aceitáveis para que possamos atingir  uma “média” para dizer que somos bons. Deus nos ama com tudo de si mesmo, e Ele quer que o amemos de volta com tudo o que temos. Onde quer que estejamos, podemos escolher fazer tudo pelo Senhor – viver com ousadia para Ele e amá-lo de todas as formas que pudermos.

Foi por iniciativa de Deus que vocês estão em Cristo Jesus, que se tornou a sabedoria de Deus em nosso favor, nos declarou justos diante de Deus, nos santificou e nos libertou do pecado. Portanto, como dizem as Escrituras: “Quem quiser orgulhar-se, orgulhe-se somente no Senhor.” (1 Coríntios 1:30-31)

Se algum de vocês precisar de sabedoria, peça a nosso Deus generoso, e receberá. (Tiago 1:5)

O mundo nos diz que tudo depende de nós alcançarmos todo o nosso potencial, que podemos fazer qualquer coisa e é apenas uma questão de força de vontade e escolha. Mas quando não conseguimos alcançar o que achamos que deveríamos ser capazes de fazer, ficamos desanimados e decepcionados conosco mesmos.

Deus quer que olhemos para Ele em busca de sabedoria, não para que nunca possamos ser independentes e capazes, mas porque apoiarmo-nos nele em busca de força e poder tira o fardo de ter que provar a nós mesmos e fazer tudo por conta própria. Seja o que for que nos gloriamos, podemos nos gloriar no Senhor e nos alegrar por termos o mais poderoso Aliado ao nosso lado.

Originalmente publicado no @ymi_today, que faz parte de Ministérios Pão Diário, em inglês. Traduzido e republicado com permissão. Arte por: YMI X @kaylaspalette