Histórias que acontecem…

Deus quando criou o homem
Em um belo jardim o colocou,
Onde não lhe faltava nada
Até que o homem pecou.
Por causa da desobediência,
Do jardim Deus o expulsou.
 
E disse-lhe: “A partir de hoje
Do suor do teu rosto comerás,
Da terra tirarás o teu alimento,
Também espinhos ela te dará”.
Pra suprir suas necessidades,
O ser humano tem que trabalhar.
 
Assim o ser humano provê ao lar
O alimento que supre a necessidade.
Seja arroz, feijão, farinha, café,
A mistura e tudo de boa qualidade.
Mas não pode faltar um pãozinho
“Valha-me Deus, por caridade”!
 
Nesta busca por um bom pão,
Foi que aconteceu algo inusitado.
Um homem vinha pelo Bacacheri,
Bairro curitibano, bem conceituado,
Onde fica a livraria o Pão Diário.
E o nosso amigo, despreocupado,
 
Entrou por nossa loja perguntando
Se aqui na realidade era uma padaria,
Pois por um bom pão ele procurava.
No momento era o que ele queria,
Mas ficou bastante desapontado
Ao ver que se tratava de uma livraria.
 
Foi então que nosso colega Alan
Aproveitou a deixa e dele se aproximou.
Mostrando todos os nossos “pães”,
A curiosidade do homem despertou.
E duas agendas e também um livro,
Feliz e contente, o homem levou.
 
Não era o que ele pretendia comprar,
Mas alimento pra sua alma adquiriu.
E com a distribuição gratuita
Do nosso “Pão Diário” contribuiu.
Os hospitais, presídios e escolas
Serão abençoados por todo o Brasil!
 
É ou não é uma bênção para nós
Ter em Alan um colega tão pró-ativo?
Ao ver a procura daquele senhor,
Que entrou na loja por certo motivo,
Acabou abençoando a sua alma
Por ser atencioso e prestativo.
 
São histórias do Ministério Pão Diário.
E louvo a Deus por assim acontecer!
A Ele toda a honra e toda a glória
Devemos a todo momento render!
E por todas as bênçãos adquiridas
Devemos de coração aberto agradecer.
Geraldo Máximo Elias
Pastor poeta, poeta pastor