Gideão não se transformou facilmente em um guerreiro valente. Foi um processo. Deus o levou através de uma série de experiências que o fortaleceram e o amadureceram”. Deus escolheu se manifestar a Gideão repetidas vezes por entender que ele vivia com medo. Deus queria transformar Gideão, um homem medroso, em um soldado forte. Para isso, foram precisos 3 passos até que a transformação estivesse completa: Deus se revelar, equipar Gideão com o Espírito Santo e tranquilizá-lo através de Sua afirmação.

Dave escreveu anteriormente e vale a pena repetir: “Gideão não se transformou facilmente em um guerreiro valente. Foi um processo. Deus o levou através de uma série de experiências que o fortaleceram e o amadureceram”. Deus escolheu se manifestar a Gideão repetidas vezes por entender que ele vivia com medo. Deus queria transformar Gideão, um homem medroso, em um soldado forte.

Primeiro passo: Revelação

O primeiro passo de Deus para transformar Gideão em um grande guerreiro foi se revelar. Um anjo visitou Gideão e disse: “…O Senhor é contigo, homem valente”. A resposta de Gideão foi: “…Ai, senhor meu! Se o Senhor é conosco, por que nos sobreveio tudo isto?”. Nós já proferimos essas palavras? Gideão pediu um sinal e levou uma oferta ao Senhor. O anjo do Senhor fez um fogo sobrenatural consumir a oferta, e o próprio anjo desapareceu. Naquele momento, Gideão percebeu que estava na presença de Deus (JUÍZES 6:11-24).

Para que Deus possa transformar homens e mulheres, eles precisam primeiro reconhecer a presença de Deus; reconheça que Ele está presente — em todas as coisas. Não é uma questão de se ou quando, mas o Senhor está se revelando a você. Não permita que as suas circunstâncias obscureçam a sua visão. Paulo em Colossenses afirma: “…nele, foram criadas todas as coisas […] as visíveis e as invisíveis […] Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste” (1:16,17).

Segundo passo: Equipamento

O segundo passo de Deus na edificação do guerreiro envolveu derramar o Seu Espírito Santo: “Então, o Espírito do Senhor revestiu a Gideão, o qual tocou a rebate”, reunindo os israelitas (JUÍZES 6:34). O Espírito Santo nos dá força para fazer qualquer coisa. Ele nos ajuda em nossa fraqueza (ROMANOS 8:26). Gideão foi repentinamente envolvido por coragem, zelo e poder. Após realizar o grande feito de derrubar os falsos ídolos, ele estava agora apto para ajudar a libertar o seu país. Até mesmo Jesus disse que Ele nada poderia fazer sem a ajuda do Pai (JOÃO 5:19). Gideão se tornou cheio do Espírito — e com o Espírito veio a capacidade de se erguer como um valente guerreiro. Gideão só pôde receber sua mentalidade de guerreiro por estar na presença de Deus. Quando o Espírito do Senhor vem sobre homens em desordem, vemos o medo desvanecer e a coragem aparecer.

Terceiro passo: Afirmação

O terceiro passo de Deus na edificação desse grande guerreiro foi tranquilizar Gideão. Às vezes, para passar do medo à coragem, precisamos de um pouco de afirmação. Pense em pais incentivando garotinhos assustados: “Você está indo muito bem. Você conseguiu!”. Gideão continuou a temer e a precisar de afirmação. Então, propôs a Deus uma pequena prova: ele colocaria um velo de lã na eira. Se o orvalho caísse no velo e o chão permanecesse seco, ele saberia que, de fato, Deus planejava libertar Israel por intermédio da sua liderança. Deus o amou suficientemente para concordar. Porém, uma vez não foi suficiente; Gideão precisou de mais prova. Desta vez, o velo ficaria seco e o solo, molhado de orvalho. Quantas vezes Deus suportaria essa tolice? Estamos todos dizendo: “Vamos, Gideão! Você tem provas suficientes! Você é capaz de fazer isso!”. Deus, porém, não o fez. Ele estava edificando em Gideão confiança e coragem, coisas que um grande guerreiro necessita. Então, novamente Ele honrou o pedido de Gideão (vv.36-40). Depois, Deus deu a Gideão instruções específicas sobre seu exército e Gideão obedeceu. 

Para se tornarem guerreiros valentes, os homens às vezes precisam de afirmação de Deus, bem como das mulheres de sua vida.

Quarto Passo: Confiança

Antes de enviar Gideão para a batalha, Deus deu o passo final. “Vá espiar o acampamento midianita à noite”, disse Ele a Gideão. Ele poderia levar seu servo consigo se tivesse medo de ir sozinho. Então, Gideão e seu servo desceram ao acampamento e, ali, ouviu um dos midianitas contando a outro sobre um sonho que acabara de ter. Seu amigo interpretou o significado do sonho: Deus daria a Gideão a vitória na batalha. 

Quão conveniente foi Gideão ter tropeçado em tão grande e oportuna revelação! Definitivamente, não foi coincidência, não apenas uma expressão do amor de Deus por Gideão, mas também um momento de tranquilizar Gideão e enchê-lo de confiança — uma profunda convicção de que ele teria sucesso. Ele não estava sozinho. No fim, se tornaria um grande guerreiro!

O que Deus fez por Gideão, Ele quer fazer pelo homem em desordem de sua vida. Deus conduziu Gideão ao longo de um processo para transformá-lo em um guerreiro valente. Gideão teve de possuir um coração disposto e dar os passos que Deus lhe pediu para dar. Zacarias diz: “Não desprezem esse começo humilde porque os olhos do Senhor se alegram vendo o trabalho começar…”  (ZACARIAS 4:10 BV).

Reconheça esses pequenos passos. Reconheça que Deus está se revelando, equipando, afirmando e instilando sua confiança.

Homens em desordem

Artigo retirado de trechos do livro

Homens em desordem

Artigo retirado de trechos do livro