10 meditações do Pão Diário para o Natal

Estas meditações foram escritas para ajudá-lo a experimentar a paz que Cristo pode trazer para sua vida. Oramos para que você encontre a verdadeira alegria em Jesus Cristo.

Ao revelar a verdadeira identidade de Jesus, nós aprendemos o valor eterno da vinda de Cristo à Terra.

Bill Crowder

Parece-me que nós entramos na história do Natal um pouco atrasados. Celebramos a chegada de Jesus à Terra, mas nos esquecemos de que Ele teve que sair de onde estava para poder vir até onde nós estamos. E, por nos empolgarmos com o bebê na manjedoura, os anjos, os pastores e os sábios, não fazemos uma pausa para lembrar os humildes começos do bebê.

Pare por um momento para pensar sobre isso. O eterno Filho de Deus deixou a presença de Seu Pai, que Ele conhecia e da qual sempre desfrutou desde antes do início dos tempos, para se tornar um Bebê naquela manjedoura.

Isso deveria tirar o nosso fôlego! Contraste a glória que Jesus deixou com as trevas nas quais Ele entrou. Pondere sobre o relacionamento perfeito que Ele usufruía na presença do Pai, o qual trocou para vivenciar o quebrantamento que infligimos à Sua criação. Reflita sobre o privilégio e a posição que Jesus colocou de lado para então poder servir Suas criaturas, quando, na verdade, Ele merecia que nós o servíssemos.

Contaremos a história que precedeu o Natal. Embora a Bíblia não nos dê muitos esclarecimentos sobre os bastidores dessa história, também não o silencia. Podemos ler o suficiente para nos maravilharmos com os sacrifícios que Cristo fez para vir à Terra. E Jesus fez tudo isso para que pudesse se tornar o nosso Cordeiro sacrificial Aquele que nos resgatou da morte e nos trouxe a Sua paz.

Por esse motivo, os acontecimentos que precederam à história do Natal são tão importantes. Eles revelam a verdadeira identidade de Jesus e nos ensinam o valor eterno da vinda de Cristo à Terra.

Eu o convido a juntar-se a mim na exploração dos bastidores da paz e da promessa do Natal.

Bill Crowder