A noiva e o cordeiro

Toda a história da Salvação, ou seja, a morte de Cristo na cruz e a Sua ressurreição, tem o seu ápice neste ponto: Ele voltará para buscar a Sua Noiva, a Sua Igreja. A Noiva é descrita como vestida de pureza e atos de justiça, e o Noivo é descrito como Cordeiro (APOCALIPSE 19:7). E por que Cordeiro? Porque o Cordeiro sem mácula, Jesus Cristo, foi sacrificado pelos nossos pecados e Ele ofereceu-se em sacrifício perfeito pelos pecadores.

Falando sobre o assunto

O casamento eterno

Há um grande casamento que está marcado na eternidade. A Bíblia fala sobre as bodas do Cordeiro. Fala sobre o Noivo, que é Jesus, e fala também sobre a Noiva, a Igreja, e suas vestes de linho finíssimo, que “representa os atos justos do povo santo” (VER APOCALIPSE 19:7-8).

No Antigo Testamento, quando Deus dá as diretrizes para a construção do tabernáculo, encontramos a menção ao linho no (ÊXODO 26:1), e ao cordeiro, animal usado para expiação pelos pecados do povo (ÊXODO 29; LEVÍTICO 22).

Sabemos que isso era uma sombra do que viria, indicando que Deus “tabernacularia” entre os homens. O Senhor faria para si um lugar para Sua habitação, e para tal Cristo se ofereceu como “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (JOÃO 1:29), e fez de nós habitação do Altíssimo.

O Noivo que se sacrifica

É interessante nos atentarmos para esses detalhes que se repetem. Cristo se intitula o Noivo e é também chamado de Cordeiro. Por que será que o Noivo é a figura do Cordeiro e a Noiva é descrita com tais características?

Seria impossível que aquela a quem Cristo chamou para ser Sua Noiva, seja Sua Noiva senão por meio dele, o Cordeiro. Seria impossível para Noiva se adornar com atos de justiça, vestir-se de linho puro e resplandecente, se o Cordeiro não fosse morto para comprá-la e puri cá-la com o Seu próprio sangue (APOCALIPSE 5:9). No lugar da vergonha, nudez e vestes imundas, Ele cobriu Sua Noiva de honra e prometeu a ela uma aliança eterna (ISAÍAS 61:9).

Sempre ouvimos dizer que todas as religiões levam a Deus, que têm o mesmo m, pregam os mesmos princípios de amor, justiça etc. Contudo, somente Aquele que é puro pode puri car, Aquele que é santo pode santificar, e Aquele que é justo pode jus – car! Sem Cristo é impossível que a Noiva seja frutífera, e que suas vestes sejam atos de justiça. Nossa própria justiça, sem Ele, é como trapos de imundícia (ISAÍAS 64:6). Apenas conhecendo ao Senhor podemos frutificar em jutiça (FILIPENSES 1:9). Deus fez, do Cordeiro Santo, “Cristo, aquele que nunca pecou, a oferta por nosso pecado, para que por meio dele fôssemos declarados justos diante de Deus” (2 CORÍNTIOS 5:21). A Noiva só é Noiva, porque o Noivo é o Cordeiro!

Onde encontrar na Bíblia?

HEBREUS 9:14

…imaginem como o sangue
de Cristo puri cará nossa consciência das obras mortas, para que adoremos o Deus vivo. Pois, pelo poder do Espírito eterno, Cristo ofereceu a si mesmo a Deus como sacrifício perfeito.

APOCALIPSE 19:7

Alegremo-nos, exultemos e a ele demos glória, pois chegou a hora do casamento do Cordeiro, e sua noiva já se preparou.

Questões para debate

  1. Quais características da Noiva de Cristo vejo em mim e o que ainda me falta?

  2. Tenho buscado conhecer a Cristo, o Cordeiro de Deus?

  3. O que pode fazer com que a Noiva perca o casamento?

Oração

Senhor Jesus, que te conheçamos cada dia mais, e que o conhecer a gere frutos de justiça em nós. Que possamos entender que sem nada podemos ser, nada podemos fazer. Tu és o centro, Aquele que nos ama, que se entregou para fazer de nós uma Noiva perfeita, preparada para o grande dia, em que habitaremos contigo para todo sempre! Amém.

Tieme Breternitz Harfouche

Engenharia Florestal — Jesus na UFPR